Aconteceu

20 anos do falecimento de Pe. Oscarlino - 5° Pároco.


Nasceu em São Lourenço, Minas Gerais, no dia 16 de novembro de 1941.

Licenciou-se em pedagogia e lecionou, antes de ingressar na Congregação, o que fez em 1973, sendo acolhido pelo Padre Ângelo Cremonti, OMV.

Fez o noviciado sob a direção do Padre Antônio Moraldo, OMV.

Emitiu a primeira profissão dos votos religiosos em 15 de fevereiro de 1976.

Emitiu a profissão perpétua em 09 de dezembro de 1978.

Tendo cursado Teologia com os salesianos, foi ordenado sacerdote no dia 15 de dezembro de 1979.

Exerceu o ministério em Curitiba nos anos de 1980 e 1981, na formação dos seminaristas e como vigário paroquial.

Depois, também como vigário, seguiu para a paróquia São João Batista, em Jundiaí, SP.

Por fim, em São Paulo, na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, atuou, desde 1981, como assistente dos postulantes que cursavam Filosofia e vigário paroquial.

Em 1983 assumiu a Paróquia, permanecendo como pároco até o dia 10 de outubro de 1993 quando faleceu.

Foi sempre considerado um homem de “coração nobre e alma generosa”.

ORAÇÃO: Nós vos pedimos, ó DEUS, que o vosso servo Padre Oscarlino, ornado na terra com a graça do sacerdócio, exulte no céu revestido de glória. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.




Renovação do Ministério Extraordinário da Sagrada Comunhão 2013.





30 anos do falecimento de Pe. Angelo - 4° Pároco.


Padre Angelo Cremonti nasceu em Tortona, no dia 24 de janeiro de 1916, filho de Armando Angelo e Rosa Pagano. Em 12 de setembro de 1937 emitiu os primeiros votos na Congregação dos Oblatos de Maria Virgem e, no dia 24 de junho de 1943, em Pisa, foi ordenado sacerdote.

Considerado o fundador das casas dos Oblatos no Brasil, chegou no dia 25 de outubro de 1947 em Jundiaí, SP, onde atuou na construção da nova Igreja de São João Batista, no Bairro da Ponte, criando uma comunidade viva e animada, logo elevada a Paróquia. Foi também Delegado do Reitor Maior para o Brasil, superior e pároco de Nossa Senhora de Lourdes, em São Paulo, de 1970 - 1983.

Homem de grande zelo pastoral, tinha um coração cheio de amor por Jesus Sacramentado, Maria Santíssima e pela Congregação dos Oblatos de Maria Virgem, além de um empenho constante pelas vocações. Faleceu no dia 06 de setembro de 1983, em São Paulo, sendo sepultado no dia seguinte no Cemitério Campo Grande. Atualmente, seus restos mortais se encontra, no túmulo da Congregação em Jundiaí, SP.

TRECHO DA HOMILIA PRONUNCIADA POR PADRE ANGELO NO DIA 25 DE NOVEMBRO DE 1972, EM OCASIÃO DA COMEMORAÇÃO DOS 25 ANOS DE DEVOÇÃO A NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS EM JUNDIAÍ, SP:

É assim que nasceu a devoção a Nossa Senhora: 25 anos atrás eu cheguei aqui, recém chegado da Itália. Mons. Ricci me levou a visitar esta capela de S. João Batista. E depois de ter olhado o que estava nesta capela, ali na praça, me falou: “Padre, tudo azul?”, que dizer, “o Sr. Aceita esta paróquia?” Eu só apreendi a palavra “tudo azul”. Mas sabendo da tarefa pesada que ia assumir eu não disse ‘sim, mas eu disse simplesmente: “Mons. Ricci, EU PRECISO ME COLOCAR DEBAIXO DO MANTO AZUL PARA QUE TUDO SEJA AZUL”; e assim que nasceu a devoção a Nossa Senhora das Graças. Colocando-me e colocando todos os paroquianos de S. João Batista debaixo da proteção dela. E assim nasceu a devoção de N. Sra. das Graças nesta paróquia.

E aconteceu aquilo que aconteceu, que todos nós estamos acompanhando a 25 anos. A primeira conversão foi a minha. Porque eu não queria ficar de jeito nenhum aqui nesta paróquia. A primeira conversão foi essa. DEPOIS QUE ME COLOQUEI DEBAIXO DO SEU MANTO AZUL, ELA ME CONVERTEU PARA EU ACEITAR ESSA PARÓQUIA.

ORAÇÃO: Nós vos pedimos, ó Deus, que o vosso servo PADRE ANGELO CREMONTI, ornado na terra com a graça do sacerdócio, exulte no céu revestido de glória. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.




Mensagem de Dom Odilo sobre o novo Papa.