Ministério da Música

"E logo que o povo ouviu o som das trombetas, levantou um grande clamor. A muralha desabou ...” (Js 6,20)."

Sabemos que o Ministro de Música é aquele que canta um canto novo e com arte sustenta a louvação (Salmo 32). O canto litúrgico não é um adorno. E que somente pode cantar um canto novo aquele que tem um coração novo (Ez 36,26).

Por isso, cada Ministério de Música em seus membros, buscam ter um coração renovado, o que exige zelo e tempo de ensaio, espiritualidade e técnica. Oração, vida sacramental, liturgia e empenho em preparar bem toda a liturgia.

Em comunhão com o Pároco, busca-se escolher as musicas das santas missas a partir do conhecimento da realidade de nossa assembleia paroquial, o tempo liturgico em que a Igreja se encontra e da Palavra de Deus daquela celebração, pois o critério da música litúrgica não é o gosto pessoal.

Cada Ministério de Música, mais do que cantar NA missa, busca motivar o povo de adeus, fazendo parte dele com o carisma especial do canto e instrumentalização a cantar A MISSA, tendo sempre no coração a certeza de que o Espírito Santo é o grande animador da vida da Igreja.

Na liturgia pois, os Ministérios de Música buscam animar todo o povo a cantar na mesma voz: a do Corpo Místico de Cristo que é a Igreja reunida em Assembléia, uma Assembléia de “convocados” que clama: ABBÁ, PAI.

A Liturgia não é propriedade privada. Em Ecclesia de Eucharistia, João Paulo II nos chama a voltar à obediência às normas litúrgicas! A Missa não é propriedade privada de NINGUEM: nem do celebrante, nem de equipe de liturgia, nem da comunidade. É propriedade de Deus, administrada pela Igreja.

Assim, se te sente chamado para nos ajudar no ministério de música, procure qualquer equipe antes ou após as santas missas. Serás sempre bem-vindo.

Não esqueçamos que cantar é próprio de quem ama. E que o Apóstolo aconselha os fiéis, que se reúnem em assembléia para aguardar a vinda do Senhor, a cantarem juntos salmos, hinos e cânticos espirituais (cf. Cl 3, 16), pois o canto constitui um sinal de alegria do coração (cf. At 2, 46). Por isso, dizia com razão Santo Agostinho: “Cantar é próprio de quem ama”, e há um provérbio antigo que afirma: “Quem canta bem, reza duas vezes”.

Nossa Paróquia conta com a atuação de doze Ministérios de Música.


Equipes

• Maira e equipe,
• Ana Marta e equipe,
• Leandro e equipe,
• Vinicius e equipe,
• Maestro Ronaldo e coral,
• Maestro Jorge e coral da Pastoral da Maior Idade,
• Grupo de Oração Filadélfia,
• Anderson e Alexsandra,
• Anderson e Juliane,
• Luiz César e Monalisa,
• Regina e Ângela
• Vivien.


COORDENAÇÃO

- Maira